Quer teatro?

            "RETRATOS"


Retratos conta histórias que nascem a partir de fotografias. É um espetáculo envolvente, que leva a reflexão, divertido e alto astral! Cada personagem vivendo momentos que vão das imagens, para cenas de canto, dança e fortes emoções. O elenco é formado pela Estrela Produtora Cultural, especializada em produções de espetáculos de teatro musical entre outras produções. Visa proporcionar ao aluno a possibilidade de ser um performer, a partir do desenvolvimento de múltiplas habilidades nas áreas de teatro, música e dança, tornando-se assim o chamado artista completo, capaz de atender as demandas deste tipo de espetáculo. Tanta criatividade expandiu-se gerando novos frutos com este DNA. A diversão e a profundidade entremeiam as mensagens da peça. O que é apenas imagem vem acompanhado de personagens que invadem as cenas e dizem a que vieram de uma forma totalmente rica em talentos diversos. Faz parte do repertório um conteúdo eclético tal qual a vida como ela é. De cada fotografia nasce uma história, de cada história uma música, de cada música uma dança que vai levar a platéia para uma viagem emocionante e inesquecível.


Estreia da peça de teatro Mahimata no teatro Bruno Kiefer em Porto Alegre!

O feminino é a fonte primitiva de vida, de criatividade, de entrega. É o caminho mais seguro para se chegar a uma boa convivência, para reduzir os conflitos pessoais e sociais, e para que a sociedade seja mais espontânea e consciente.  O entusiasmo deste espetáculo está no quanto o papel da mulher no mundo tem sido uma busca por liberdade, consciência, "Se em todo o mundo à mulher for permitida a liberdade de desenvolver o seu potencial, haverá muitas, muitas mulheres iluminadas; muitas, muitas mulheres místicas, poetisas, pintoras. E elas melhorarão o mundo inteiro. Elas darão ao homem também novas dimensões porque as suas maneiras de verem as coisas são diferentes. O homem olha para as coisas de uma maneira; a mulher olha de uma perspectiva diferente. A vida se tornará mais rica. É para o melhoramento tanto do homem como da mulher que se deve à mulher toda a liberdade e oportunidade igual para a sua individualidade. Então haverá um sentido de humor. E a mulher pode rir mais graciosamente que o homem, ela tem todo o potencial para tal - mas está reprimido, condenado, criticado. Ela viveu uma vida de tanta miséria que você não pode esperar que ela mostre algum sentido de humor. Mas o dia não está longe... então toda a terra estará repleta de riso. Ao invés de conversas sobre guerra, ao invés de políticos dando discursos em todo o mundo, ao invés de sermões de padres estúpidos que não sabem nada, será muito melhor que todo o homem e toda a mulher sejam capazes de ver o lado hilário da vida e desfrutar dele, mais precisamente isto é o aspecto feminino de todos os seres humanos.

Osho.

MAHIMATA - em Teatro Bruno Kiefer.

Realização: Estrela Produtora Cultural.